RELATO DA NOSSA IDA À CAPITAL FEDERAL

21 05 2009

Por Vinicius Borba:

Artistas de São Paulo encantam 1200 pessoas do DF com música e dança afro
O grupo de cultura afrobrasileira, Umoja, promoveu várias apresentações e uma oficina em agenda lotada durante o fim de semana passado. Visitaram 4 satélites diferentes e encantaram, de adultos a crianças com sua qualidade artística

Com muita ginga e beleza, um furacão de cultura negra passou por Brasília. Foi o Instituto Umoja, de culturas e dramaturgias afrobrasileiras, que visitou as terras do Planalto e deixou saudades por onde passou. Vindos à convite da Associação Sóciocultural Radicais Livres S/A, o grupo trouxe o resultado de alguns anos de pesquisa de seus 15 membros em torno da cultura negra tradicional, desde o samba de roda ao maracatu e camdomblé. Eles se apresentaram em São Sebastião, Itapoã, Planaltina, Riacho Fundo II e Universidade de Brasília(UnB), em escolas e casas de shows.

Com toda sua graça, impactaram o público para o qual se apresentaram, de aproximadamente 1200 pessoas nos quatro dias, segundo a organização dos Radicais Livres, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público(OSCIP) responsável pela produção do grupo na localidade. Foi a 1ª Semana de Identidade e Valorização Negra, realizada por esta OSCIP nas satélites.

A idéia Associação Radicais Livres, sedeada em São Sebastião, era estimular a luta contra o racismo. Conscientes de que o 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura foi ressignificado nos anos 80 como Dia Nacional de Luta contra o Racismo, os Radicais decidiram agir na raiz do problema: usar a arte como o caminho, como ensina seu slogan. E assim o fizeram. Por meio do edital de intercâmbio aberto pelo Ministério da Cultura, convidaram o Umoja, grupo de intensa prática na área de cultura afro para apresentar seus trabalhos. O resultado foi uma grande interação dos grupos e dos membros do Umoja com as populações do DF e de vários artistas da localidade.

Sexta-feira: Na UnB, no Itapoã e São Sebastião

Após a chegada seguiram para a Universidade de Brasília. Com apoio do Núcleo de Promoção da Igualdade Racial realizaram cortejo pelo “Minhocão” e depois apresentaram-se frente ao Restaurante Universitário.

À tarde, se apresentaram para aproximadamente 480 crianças no Colégio de Educação Infantil, no Itapoã, das zonas mais carentes do DF na atualidade. A vibração da criançada foi tamanha que o Umoja promoveu a maior ciranda já feita na história do grupo. As bailarinas do grupo não se contiveram e foram “às lágrimas”.

À noite, mais uma edição do tradicional Sarauradical, realizado há seis anos na cidade de São Sebastião. Com o tema de Consciência e Liberdade: contra o racismo a arte como o caminho, o evento teve um público de aproximadamente 150 pessoas. Além do poeta negro convidado Rego Jr., e das poetisas Polyana Preta e Denny Santos, a exposição de artes plásticas ficou por conta de Carly Barbosa, moradora de São Sebastião e também estilista na produção de claçados com arte. No Sarau, o Umoja apresentou seu show completo: afoxés, sambas de roda, do partido alto, maracatus e a linda canjira com o Orixá Exú, interpretado pelo dançarino e ator Washington Timbó. Segundo o coordenador do grupo, Euller Alves, “Exú é o Orixá que representa o poder de comunicação, que permite as interrelações entre nós, e por isto estamos aqui na Capital”.

Sábado: Oficinas e Cortejo em São Sebastião

À tarde, o Umoja trouxe, com apoio da Direção do Centro Educacional(CED) São Francisco, as oficinas de capoeira, percussão afro e danças afrobrasileiras. Todos os 30 participantes puderam vivenciar as três oficinas. Com o resultado, encerraram a bela tarde com um cortejo Feira Permanente de São Sebastião. Arte na rua, para o povo.

Domingo: Bênçãos de Oxum no Tororó, Festival Sucupira e tocata com o Mestre Zé do Pif.

Após visita à cachoeira do Tororó, à 7 KM da cidade, o grupo seguiu para prestigiar um pouco da cultura brasiliense e interagir com alguns artistas do DF, no Festival Sucupira, no Campus da UnB de Planaltina. Ao fim das apresentações cairam no samba e puseram todo o público a agitar. Como se não bastasse, um dos concorrentes do Festival era o artista popular pernambucano e morador de Ceilândia, Zé do Pif. Com suas Juvelinas, Mestre Zé foi convidado fazer o que mais sabe. Com os instrumentos em mãos, o Umoja acompanhou o Mestre Zé e as Juvelinas em seu coro de pífanos. Uma experiência única.

Segunda: Show no Riacho Fundo II e diálogo na Fundação Palmares

Pela manhã, mais 200 crianças interagiram com os artistas para conhecer melhor a arte negra tradicional. Também cirandaram com ajuda das professoras e bailarinos do grupos. Em seguida o Umoja participou de audiência com a Chefe de Gabinete da Fundação Cultural Palmares(FCP), Eliana Borges. A intenção da visita do grupo era ressaltar a importância da luta do povo negro pela cultura em São Paulo, e tentar melhorar a relação da localidade com a Fundação. Segundo Eliana, em breve está sendo formalizada uma reestruturação na Fundação, criando-se 5 sedes regionais em grandes capitais. Dentre elas São Paulo e Salvador. Ela ressaltou ainda a possibilidade de participações brasileiras no III Festival Mundial de Artes Negras, a ser realizado em 2009 em Dakar, Senegal. Segundo Eliana, serão abertos editais para a participação.

Anúncios




TODO DOMINGO

14 06 2008

Este Domingo dia 15 de junho, celebramos a Semana da Cidadania com muitas atrações e participações especiais com a presença dos projetos apoiados pela Associação Cultural Casa das Caldeiras e pelo Instituto de Responsabilidade Social do Grupo Société Générale Brasil.

Um Domingo para celebrar a diversidade e a capacidade que todos nós temos de superação, de projetar de forma positiva, criativa e solidária o futuro de tantas crianças e adultos!

Um Domingo pra lembrar que cidadania se constrói todos os dias!

Serão 5 horas de pura emoção!!!!

A Pílula de Cultura Feira Preta também estará presente trazendo seu projeto de valorização da Cultura Negra, contribuindo com atrações, expositores e oficina.

A Orquestra Guri abrirá este Domingo com 70 crianças do projeto!

O Grupo Arrasta Lata com seus instrumentos musicais malucos, feitos de lata velha entram logo depois.

A Reciclázaro estará presente também na área das crianças com uma oficina de reciclagem e arte. Como sempre liberamos também este espaço para os adultos com alma de criança. É sempre muito bacana criar flores e borboletas de garrafas pets usadas. O nosso lixo pode ser um luxo!

Os meninos e meninas dos Tambores dos Zézinhos também estarão presentes espalhando alegria!

O Grupo Umoja volta neste Domingo para nos sensibilizar ainda mais.

A Turma do Bombelela estará dando aula de Samba Rock no Salão dos Tanques.

E para finalizar o Grupo O Circo vai tocar e colocar a turma pra dançar o melhor do samba rock!!!

SOBRE OS PROJETOS PRESENTES:

PÍLULAS DE CULTURA FEIRA PRETA

A feira é dedicada a cultura afro-brasileira e tem como foco a conscientização e a valorização da cultura negra. Neste TODODOMINGO a Feira Preta organiza uma inusitada feira de trocas…não deixe de participar trazendo aquela peça de roupa que você não usa mais!

EXPOSITORES FEIRA PRETA: Criolo Brasil, Gisele Balbino, Nega Fulo, Pegada Preta entre outros.

ORQUESTRA GURI

O Projeto Guri tem como objetivo desenvolver as habilidades e potencialidades de crianças e adolescentes de áreas culturalmente carentes através da música, reconhecendo esta arte como agente de fortalecimento na construção da cidadania. O projeto teve início na Oficina Cultural Amácio Mazzaropi com a participação de 180 crianças. Hoje são 335 pólos do Projeto Guri implantados em todo o estado e 47 unidades em parceria com a Fundação Casa (antiga Febem), beneficiando 51 mil crianças e adolescentes com idade entre 8 e 18 anos.

ARRASTA LATA

O grupo Arrasta-Lata usa a música para conscientizar os seus espectadores sobre a problemática da poluição. O grupo é formado por 40 crianças e adolescentes que desenvolvem diversas ações dentro da organização, além de realizar apresentações externas. Estas crianças têm aulas de percussão, dança e confecção de instrumentos, além de reforço escolar, informática, educação ambiental e atividades culturais. O objetivo do programa é levar o tema meio ambiente de uma forma lúdica, sem esquecer de dar uma formação intelectual e cultural aos integrantes do grupo.

TAMBORES DO ZEZINHOA Casa do Zezinho é uma entidade não governamental sem fins lucrativos. Fundada em 06 de março de 1994, para ser um espaço de atuação para crianças e jovens de baixa renda, começou com 12 Zezinhos e atende atualmente mais de 1000 crianças e jovens. O projeto possui sede própria com área construída de 2900 m2 , dividida em espaços de aprendizagem, oficinas e ateliês de arte, quadras poliesportivas, piscina, refeitório, padaria, cabeleireiro, auditório, ambulatório médico, consultório dentário e horta.

GRUPO UMOJA

Conhecido pela sua pesquisa de ritmos afros como maracatu, samba de côco, samba de roda, afoxé e leitura de mitos de Orixás apresentam show de dança e percussão.

GRUPO O CIRCO

Encerramento da parte musical com o grupo O Circo: 4 músicos talentosos que prometem colocar a galera pra dançar o melhor do samba rock.

GOL DE LETRA

A Fundação Gol de Letra é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos instituída pelos tetracampeões mundiais de futebol Raí e Leonardo e que é reconhecida pela UNESCO como modelo mundial no apoio às crianças em situação de vulnerabilidade social.

ARTESANATO SOLIDÁRIO/ ARTE SOL

ONG que acompanha senhoras vivendo em bairros carentes. Estruturando toda a parte de marketing e de sustentação do trabalho das mulheres. Projeto que visa a geração de trabalho e renda através da revitalização do artesanato de tradição e que permite ser mais um canal de acesso dos artesãos ao mercado consumidor.

RECICLÁZAROMissão de reintegrar na sociedade, dependentes de drogas e pessoas em situação de risco social, restabelecendo seus papéis como cidadãos por meio de ações sociais, educativas, ambientais e assistência à saúde, promovendo a sustentabilidade e visando a retomada de seus vínculos familiares. A Reciclázaro viabiliza ações de ecologia humana e ambientais. Os membros do projeto transformam  lixo em objetos de decoração e utilitários.

ARTEMISIA

Missão de investir no desenvolvimento de jovens empreendedores e apoiá-los na implementação de iniciativas que gerem renda e tenham um impacto social positivo.

BOMBELELA AULA DE SAMBA ROCK

Aula com a turma do Bombelela: Instituição de dança, que tem como missão contribuir para melhoria da qualidade de vida de crianças, jovens, adultos e pessoas com deficiências, por intermédio da dança, promovendo saúde, bem-estar social entretenimento artístico e geração de renda. Dentro de um ambiente que valoriza o ser humano em sua ampla diversidade de características.

COLETA DE OBJETOS RECICLÁVEIS

OFICINA DE TECIDO COM JORGE

ESPAÇO CRIATIVO INFANTIL

MONITORIA SOBRE O PATRIMÔNIO & EXPOSIÇÃO MULTIMIDIA SOBRE O EDIFICIO CASA DAS CALDEIRAS

DA CARLA CAFÉ e Caldinho de Feijão da Preta





OFICINA DE PERCUSSÃO E MARACATU DE BAQUE VIRADO

21 05 2008

A OFICINA DE MARACATU está a todo o vapor ! Acontece todos os sábados, das 15 : 00 às 17 : 00hs .
Um pouco da história e ritmo das Nações de maracatu de Pernambuco fazem parte do conteúdo das aulas . A metodologia aplicada, é através de fonemas que possibilitam a melhor compreensão da linguagem de cada instrumento de percussão . Outros ritmos também são trabalhados, esporadicamente com o intúito de ampliar o conhecimento da linguagem percurssiva dentro das manifestações populares brasileiras . As inscrições continuam abertas, porém as vagas estão limitadas . Bora, botar o bloco na rua !

À partir de junho, PERCUSSÃO INFANTOJUVENIL .Oficinas de percussão para a moçada, com faixa etária entre 10 à 17 anos. Será às quintas-feira, com o horário das 9 :30 hs às 11 : 30hs. A data exata do início, ainda não foi definida, porém as inscrições já estão abertas. Metodologia : Fonemas, exercícios com baquetas para memorização de manulação, aquecimento, pulso, subpulso, tempo cíclico e relaxamento . Os instrumentos de percussão, assim como os ritmos são variados de acordo com cada manifestação popular brasileira a ser aplicada nas aulas : maracatu, ciranda, coco, angola, congada e muitos outros . Inscreva-se e garanta a vaga da moçada !

Oficineira : Mônica Santos (Percussionista e Arte Educadora)

Local : Bloco do Beco

Endereço : Rua Salgueiro do Campo, 383 – Jd. Ibirapuera (próx. pto. final do ônibus)

Inscrições : batukemo@yahoo.com.br ou pelos tels.: 3294-9319 / 7867-9320

AS DUAS ATIVIDADES SÃO GRATUITAS, APROVEITE !





A EMOÇÃO VAI ROLAR SOLTA…

28 02 2008

A nossa festa Umoja do dia 22 de março esta cheia de surpresas, teremos duas convidadas especialíssimas, Fabiana Cozza, e o Duo Abanã, uma das mais conceituadas cantoras de samba da nova safra de cantoras paulistas, e outra grande revelação do canto lírico brasileiro, respectivamente. Esse dia vai ser lindo, a periferia será encantada, muito àsé e musica negra de primeiríssima qualidade.
O Umoja espera tod@s para formar conosco a unidade periférica.
não esqueçam dia 22 DE MARÇO, SÁBADO, A PARTIR DA 18HS, SACOLÃO DAS ARTES,PQ SANTO ANTONIO.
ÀSÉ

Visitem o sitio dos nossas convidados.
Duo Abanã
http://www.dgroup.com.br/duoabana/
Fabiana Cozza
http://www.fabianacozza.com.br/





DONA DO FOGO

7 02 2008

A espada é seu exército, de tempestade colhe o ventre da Mãe Terra
Semeia em raios e trovão, igual lambada de serpente
E no temporão, vence a guerra .
Eloyá, dona do fogo
Relampeia o céu em faísca
De carmim, rastro de ouro
Incandecente brasa que pisca .
Valei-me, minha Santa Bárbara, mulher bonita, valente
Voraz, comanda a batalha
Pé no chão, quebrando corrente .
” Eparrei “, Oya de Xangô
Maracatu tem rei, e rainha
Rufa tarol, ecoa tambor
O gonguê de Ogun anuncia
Acarajé, dendê, pitanga, aroeira,
Ferro e cobre pra presentear
À moça bela e guerreira
Pra um dia se casar
Dança e segura o saiote
Parece curisco de arrasto
Barra vento, chicote de açoite
Manda embora o mal presságio
Grita ilá, para os filhos de fé, anunciando que chegou
Iansã, guerreira fêmea, Deusa africana Nagô .
Foto : Acervo do museu Afro-Brasil
Poema :Mônica Santos (Jan.2006/Fev.2008)




UMOJA NA PINACOTECA

29 11 2007

Umoja visto pelas lentes mágicas de Renan Cepeda
http://www.renancepeda.com

Obrigado Renan.